Estamos entrando na quinta dimensão

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Como disse Juliana Nishiyama, a quinta dimensão é um estado dentro de si mesmo. É uma nova era interior, uma nova forma não apenas de ver o mundo exterior, mas principalmente o interior.

Mas, o que é entrar na quinta dimensão?

Entrar na quinta dimensão não é pra qualquer um e nem todos estão preparados para esse despertar espiritual.

As mudanças que ocorrem no Ser que adentra a essa nova dimensão muitas vezes causam confusão, dor (física e emocional), solidão, esgotamento, afinal, trata-se de um ajustamento interno, uma transmutação interior que pode (e irá) revolucionar sua forma de encarar a vida.

Dia desses li um artigo do escritor e palestrante Carlos Torres no qual enumerava algumas características de quem estava entrando na quinta dimensão. Fiquei curiosa e bem surpresa ao ver que muitos de nós nos identificamos com essas características.

São sinais, inquietações, mudanças de pensamentos, quebras de paradigmas. A grande verdade que se pode apreender disso tudo é que não somos mais os mesmos.

Uma vez despertos, impossível cair no sono da ilusão. E mesmo ainda estando confusos, percebemos que não fazemos mais parte de muitos grupos de pessoas que ainda insistem em acreditar que nada está acontecendo conosco, com o outro, com o mundo.

Sim, estamos entrando na quinta dimensão. Um estado em si mesmo onde não é mais possível se entregar à maldade do mundo sem que isso nos cause uma imensa dor; sem que nos faça cair fortemente.

Impossível se adequar novamente aos padrões do velho mundo, aos discursos de ódio e velhas correntes de pensamento que tem por finalidade a prisão do outro, de nós mesmos.

O processo é lento, doloroso, mas engrandecedor. Se você está caminhando rumo à esse novo momento de evolução do Ser, comemore. Há muito mais depois do véu da ilusão.

E o que é essa ilusão? O que está por trás desse véu? Que barreiras precisamos derrubar para atingir esse novo estado interior. Qual o comportamento de quem já iniciou esse processo?

É isso que queremos descobrir. Vamos nos ajudar dando às mãos nesse novo momento de evolução não apenas do mundo lá fora, mas sobretudo do mundo cá dentro de cada um de nós.

E você, se identificou com esse texto? Então você vai gostar de ler nosso e-book gratuito “O Poder de Cada Um”. Para baixar, clique AQUI.

9 Comentários


  1. COMECEI ACORDAR TODA NOITE NO MESMO HORARIO 3 HS DA MANHA, COMECEI A TER FOBIA E FALTA DE AR DO NADA QUANDO CHEGAVA 17 00 HS E IA ATE AS 20 00 HS , COMECEI A TER MUITA COMPAIXÃO EXAGERADA POR PESSOAS E ANNIMAIS, COMECEI A SOFRER MUITO COM AS COISAS RUINS DESSE MUNDO, ENTREI EM DEPRESSÃO POR UNS TEMPOS GRAÇAS A DEUS HOJE ESTOU BEM DEPPOIS VERIFIQUEI QUE ESSAS COISAS ACONTECEM COM AS PESSOAS QUE ESTÃO SENDO MUDADAS PELAS ENERGIAS DEMANDADAS AO NOSSSO PLANETA PARA FAZER MUDANÇAS NO NOSSSO CORPO E MENTE, GRAÇAS A DEUS A TERRA VAI REALMENTE ENTRAR NA QUINTA DIMENSÃO E SER UM PLANETA DE AJUDAS MUTUAS ENTRE AS PESSSOAS SERA PURO AMOR…


  2. Parece que ninguem se entende
    ..vontade de ficar..sozinha…


  3. Apesar de, em primeiro momento, parecer meio confuso interiormente, pessoas despertas são como diamantes; inconfundíveis!


  4. Sim, me sinto muito sensível a dor alheia principalmente dos animais. Não consigo mais assistir a coisas que envolvam violência e sempre gostei muito de seriados policiais, além daquele canal Investigação Discovery. É realmente muito estranho sentir essas mudanças. Obrigada.


    1. Oi Kristina, gratidão pela sua participação!

      Eu também não consigo estar mais em alguns lugares, como exemplo cito locais com muita aglomeração. Acho que a sua sensibilidade é comum, pois está passando por um momento de transformação. A inquietação é um pedido do espírito por mudanças e eu acredito que isso se dê por conta do seu despertar. Chegou a hora de transmutar.


  5. Muita ansiedade, aperto no meu peito. As vezes , custo ser eu mesma. Sofro muito pelo os que sofrem, parece que esta dor é minha. E isto só passa quando vejo que a pessoa está melhor.


    1. Eu também sinto isso, Auta. Na verdade, é um bom sentimento, pois desperta a compaixão em nós. Quisera todos os seres se sentissem assim. Mas, chegará a hora de cada um despertar. Cada um no seu tempo e ritmo.


  6. Eu sempre fui muito sensitiva, mas parece que isso está piorando ultimamente, sinto os sentimentos dos outros de uma forma muito mais intensa, as vezes chega a me atingir como um baque no peito, são tantos sentimentos….


    1. Olá Aline!

      Então, esse desconforto pode ser sinal do seu despertar espiritual. É comum essa mistura de sentimento e cada vez mais intensos. Eu, por muitas vezes, passo por isso. Sem contar que é bem recorrente a vontade de ir para outra dimensão, experimentar novas vivências, enfim… Continue estudando, fazendo suas meditações e orações. Elas vão ajudar a entender esse momento bem peculiar e importante da sua existência. Grande abraço!

Comentários encerrados.