Conheça 4 comportamentos que sabotam sua vida

Tempo de leitura: 6 minutos

Segundo o dicionário Aurélio, sabotar significa destruir, danificar, deteriorar voluntariamente. Você acredita que as pessoas fazem isso com si mesmas? Em algum grau, todos nós nos sabotamos e isso é preocupante. As coisas que sabotam sua vida estão tão enraizadas na sua rotina, que talvez, ao ler esse texto, você se surpreenda.

São comportamentos que na maioria das vezes caminham com você desde a infância. São situações e crenças que você agregou à sua vida como verdades absolutas. Só que essas coisas podem – e estão – impedindo você de evoluir, de acessar seu poder interior e, assim, se transformar.

Em poucas palavras: essas crenças estão impedindo que você seja feliz em todos os aspectos. Parece exagero? Pois não é. Observe bem cada ponto que vamos abordar nesse texto. Reflita.

Mas o faça de coração aberto. Permite-se autoanalisar e tenho certeza que lá no fundo você vai identificar essas crenças e concordar comigo que elas sabotam a sua vida.

1. Ver sofrimento em tudo

As pessoas gostam de sofrer. Isso pode parecer loucura, mas observe-se, veja a sua volta e analise o comportamento geral. Muita gente por ai sofre simplesmente porque gosta.

Elas criam em volta de si uma vibração de sofrimento. E alimentam essa energia quando assistem programas de TV voltados para a violência; quando entram em rodas de conversas onde o alvo é a vida alheia; quando se colocam como coitadinhas.

Infelizmente, parece que virou moda disputar quem é mais desventurado.

Gente, esse é um comportamento perigosíssimo. Quando você emite uma energia de dor e a alimenta, ela se prolonga e traz mais disso para a sua vida.

Não estou dizendo que não existem acontecimentos difíceis. Todos passam por situações assim. Mas, como você lida com elas? Qual sua postura diante da dor? Você a enfrenta ou a alimenta?

E acredite: por mais que você ache que falar dos seus problemas faz as pessoas se aproximarem de você, sentir pena, isso não acontece.

Fazendo isso você afasta aquelas que têm algo de positivo e aproxima quem emite a mesma energia que você, ou seja, sofrimento.

Saia dessa. As situações difíceis são passageiras. Ninguém sofre o tempo todo, a não ser que colapse isso na própria realidade.

Você cria os acontecimentos da sua vida, inclusive os ruins. É sua a responsabilidade parar com essa mania de ver sofrimento em tudo e ainda achar que isso é bom. Pare de sabotar sua felicidade.

A vida pode ser boa, leve, positiva e interessante. Independentemente da sua condição social, espiritual, profissional. A experiência que você tem neste mundo pode ser incrível. Depende de você.

2. Acreditar que é uma vítima

Se tem uma coisa que faz a vida de uma pessoa desmoronar e se sentir uma vítima. Ninguém é coitadinho nesse mundo. Esse comportamento é um grande sabotador. Quem se acha vítima de tudo e de todos tira de si o compromisso com a própria vida.

Transfere para os outros a tarefa de conduzir seu destino. Muitas vezes, essas pessoas fazem papel de vítima com o intuito de culpar o outro, de puni-lo pela sua própria infelicidade.

Quer ser feliz e mudar de vida? Então, é imprescindível começar a trazer para si a responsabilidade pelos seus atos e construir sua própria caminhada. Deixe os outros com a vida deles. Nós podemos ajudar uns aos outros, mas jamais transferir para eles o compromisso que é nosso.

3. Submeter-se aos outros

Submeter-se fisicamente e psicologicamente à vontade alheia. Acreditar na verdade dos outros e não na sua. Isso é entregar sua vida de bandeja para que outras pessoas a controle. Isso é muito comum nos relacionamentos, onde é possível chegar a um nível lamentável de submissão.

Mas você não nasceu para viver assim, na sombra de alguém. Você é uma pessoa única e com o poder de criar a própria realidade sem pegar carona na trajetória de alguém.

Submeter-se aos outros é uma forma de sabotar a própria felicidade e de colocar de lado esse poder que herdamos do Criador: de comandar e criar a própria vida.

Veja bem: você está jogando fora o que Deus reservou carinhosamente para você! Está deixando de lado a oportunidade de ter uma vivência incrível, porque não consegue aceitar a ideia de que as pessoas que caminham conosco são parceiras e não nossas donas.

4. Ser materialista

Ser materialista não é só valorizar em excesso os bens materiais. É ter uma visão apenas exterior das pessoas e das situações. Quem enxerga tudo pela ótica material está fadado a sofrer muito.

Toda e qualquer mudança que empreendemos em nossas vidas deve partir do interior. É nele que estão as respostas que buscamos o tempo todo para solucionar os mais diversos conflitos.

Se você só olha para fora, fica ancorado por séculos e séculos, esperando uma saída que não existe. Por isso, é preciso abrir o coração e entrar. O que faz com que muitas pessoas não façam isso é o medo.

Elas temem a si mesmas. Não querem tirar a máscara que o ego colocou. Não querem olhar para o que são. Isso é lastimável e altamente sabotador.

Espero que tenha entendido que não é o fato de comprar muitas roupas e sapatos, de gostar do carro ou querer acumular bens. Isso se configura materialismo quando é o foco das suas emoções e ações. Há pessoas que têm muitos bens materiais e, no entanto, preocupam-se com a evolução de si mesmas.

Assim como outras pessoas que nada possuem de material e pouco se preocupam com a vivência interior, com a reforma íntima. São superficiais.

Como você pode notar, nós podemos ser nossos maiores inimigos. Muitas vezes culpamos os outros, responsabilizando-os pelas nossas dificuldades. Porém, se houver uma sincera reflexão, tudo parte de nós.

Se você leu esse post e se identificou com uma dessas crenças, pare e reflita. É possível que estejam nelas as causas daquilo que mais incomoda você. Não vou te falar que é fácil, pois cada um é que sabe da própria vida.

Mas, posso garantir que não tem nada melhor que despertar para uma nova realidade. E isso exige coragem para encarar os próprios demônios e humildade para aceitar a própria fraqueza. No mais é luta, mas sempre com alegria, pois não há nada mais belo saber que está no caminho certo.

Se você acha que esse artigo ajudou você a identificar os comportamentos que sabotam sua vida, aproveite para compartilhar com seus amigos e leve essa mensagem para mais pessoas.